Você já reparou que na tabela nutricional dos rótulos da maioria dos alimentos não existe porcentagem de valores diários de referência para açúcares? É isso mesmo, bem ali, naquelas letras miúdas que citam quantidades de gorduras, sódio, proteínas, entre outros. Na maioria dos casos, asteriscos afirmam ainda que o valor diário para açúcares não está estabelecido. No entanto, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, maiores benefícios à saúde podem ser alcançados se o consumo diário de açúcar for reduzido para 5% das calorias ingeridas, o mesmo que cerca de 25g por dia. A OMS lançou no dia 04 de março de 2015 o novo guia com recomendações de consumo de açúcar, para adultos e crianças. Vale a pena baixar e se informar um pouco mais sobre o assunto, já que alimentos ultra processados possuem grandes quantidades de açúcar, tais como sucos industrializados e refrigerantes, presentes diariamente nas famílias brasileiras. Basta uma latinha de qualquer tipo de bebida abaixo (exceto lights e diets) para ultrapassar o limite saudável.

Quantidade de açúcar?

 

A tão gostosa Coca-Cola possui 37g de açúcares, o mesmo que 148% dos valores indicados pela OMS. Reparem que no rótulo existe a indicação de uma lata para 2 copos (175 ml cada), mas sabemos bem que muitas crianças bebem facilmente uma latinha sozinhas.

Quantidade de Açúcar na Coca-Cola

 

Muitos acabam recorrendo ao Suco Del Valle, por ser mais natural, mas as quantidades são ainda maiores, chegando aos 49g de açúcares numa única lata do suco de uva, o mesmo que 196% dos valores indicados pela OMS.

Quantidade de Açucar no Suco del Valle de Uva

 

Ainda no sabor de uva, a clássica latinha de Fanta Uva possui 42g de açúcares, o mesmo que 168% dos valores indicados pela OMS. Reparem ainda que o refrigerante tem 5% de suco em sua composição, o que equivale a 17,5 ml ou pouco mais que uma colher de sopa.

Quantidade de Açúcar na Fanta Uva

 

Os concorrentes do grupo Coca-Cola seguem o mesmo perfil de produto e mantêm altas as quantidades de açúcares. Uma lata de Pepsi contêm 39g de açúcares, o mesmo que 156% dos valores indicados pela OMS.

Quantidade de Açucar na Pepsi

 

O brasileiro Guaraná Antarctica apresenta a menor quantidade dentre os produtos analisados, 36g de açúcares, mas também ultrapassa bastante os 25g, o que equivale a 144% dos valores indicados pela OMS.

Quantidade de Açúcar no Guaraná Antarctica

 

Para terminar, outro alimento processado e bastante conhecido é o Biscoito de Maizena, da Piraquê. Um pacote possui 60g de açúcar, o mesmo que 240% dos valores indicados pela OMS. A tabela de informação nutricional do pacote faz referência a uma porção de 30g com 9g de açúcar, que equivale a 7 biscoitos, quantidade mais baixa que a consumida por muitas crianças.

Quantidade de Açúcar no Biscoito Maizena Piraquê

 

Com o crescimento exponencial dos números de casos de diabetes no Brasil e no mundo, é importante ficarmos atentos às quantidades de açúcares que estamos ingerindo. Segundo o Ministério da Saúde, o número de diabéticos no Brasil cresceu 40% em seis anos e a má alimentação é um dos principais fatores para este crescimento, que atinge cada vez mais a população jovem e infantil.

Nos EUA a ingestão de açúcar industrializado é ainda maior e de acordo com os CDC – Centros de Controle e Prevenção de Doenças – do governo, a previsão é que 1 em cada 3 americanos será diabético até 2050.
Por tudo isso, ler o rótulo de produtos industrializados é uma excelente maneira de combater a obesidade e reduzir o risco de doenças. Vamos ficar de olhos abertos.